sexta-feira, 27 de maio de 2011

Nazif Topçuoğlu


Proust Picture





Poetry Reading





Asleep





5 readers





A Tripe for Balthus





Suicide-Intihar



   Ao pesquisar na internet sobre Balthus, dei com o site pessoal deste fotografo turco.
   As fotografias de Nazif Topçuoğlu baseiam-se muitas vezes em referências históricas e literárias e centram-se na imagem da mulher jovem.

A sua própria descrição no seu site:

The underlying thread in my work is a constant preoccupation with time, memory and loss. I worry about the transience of people and things in general, and try to reconstruct unclear and imperfect images of an idealized past. Such an attempt inevitably requires the ability to recapture past, hence my constant art-historical references to classic paintings and photographs as well as to authors such as Proust and Thomas Mann. Hence I have no problems with my images becoming visually seductive in the process.

Another and more specific aspect of the recent Readers, is its pre-occupation with the contradicting positions of women in Turkey. When employing the representations of youth as imagery, one has to deal with the issues of gender roles and male gaze. In these photographs, unlike the more common examples, a respectful stance towards the female has been taken. The subjectification of the female youth as a gender-free ideal, inevitably involves her intelligence, beauty, energy, and struggle as the major concerns of this work
I do photography because... I need to produce the images which are provocative but not exploitative that I would enjoy looking at.



Vejam aqui o portefólio, vale a pena:
http://www.naziftopcuoglu.com/photographs.html

terça-feira, 10 de maio de 2011

Aurélia de Sousa


História de Coelhos (biombo em tríptico); óleo sobre tela aplicada sobre tecido, 
102 cm x 50 cm (dimensão de cada painel)

   História de Coelhos é a representação da história de uma família de coelhos, realizada por Aurélia de Sousa (1866-1922)  para um quarto de crianças, em 1909. Esta faz lembrar o traço infantil que se praticava na altura em vidros projectados por lanterna mágica. É engraçado como este trabalho parece tão actual - parece feito hoje!

   A artista que realizou este bonito tríptico notabilizou-se principalmente por um trabalho muito profundo onde se destaca essencialmente o auto-retrato:



Aurélia de Sousa; auto-retrato, 1900



quinta-feira, 5 de maio de 2011

Sandy Skoglund


















     Sandy Skoglund (1946) é uma artista americana conhecida pela sua fotografia.
   Skoglund cria cenários de imagens surrealistas, mobilando os mesmos e criando os próprios objectos (cães, gatos, peixes, etc). Este processo demora meses até estar completo. No final, ela fotografa os cenários com os actores. 


Website da artista: http://www.sandyskoglund.com/

domingo, 1 de maio de 2011

Hans Memling



Hans Memling - Cenas da Paixão de Cristo (1470-1471, Turim, Galleria Sabauda), 57 x 92 cm


   Vale a pena aumentar a imagem clicando na mesma. Trata-se de uma pintura do século XV que quase parece banda desenhada numa só pintura - reparem que a mesma reflecte todas as fases da Paixão de Cristo e a pintura só tem 57 x 92 cm!! Uma delícia para os olhos.

   Hans Memling (1430/40 - 1494) foi um pintor alemão, aluno de Rogier van der Weyden. Tornou-se conhecido pela história da arte a partir do século XIX. Na sua obra destacam-se as composições religiosas e os retratos.